Glossário

A

AEC
Uma Área de Emissões Controladas consiste numa zona onde se aplicam controlos estritos de emissões. Por exemplo, na Europa, o Mar Báltico e o Mar do Norte tornaram-se as primeiras AECs (anteriormente conhecidas como Áreas de Emissões de Enxofre Controladas ou AEECs), e foram criadas para reduzir as emissões provenientes da indústria de transporte marítimo que opera na área. Em 2015, o teor máximo de enxofre permitido nas AECs está programado ser reduzido para 0,1%.
AIE
A Agência Internacional de Energia é uma organização autónoma que faz investigação sobre energia para os seus 28 países membros. Estabelecida pela primeira vez na sequência da crise do petróleo 1973-1974, a agência promove um debate sobre energia global, através de investigação, estatísticas, análises e recomendações inequívocas e imparciais.
AITA
A Associação Internacional de Transportadores Aéreos é uma organização internacional que representa 240 companhias aéreas de passageiros e de carga, representando aproximadamente 84% do tráfego aéreo total. A AITA trabalha com os órgãos de decisão para melhorar a compreensão da indústria e aumentar o reconhecimento dos muitos benefícios que a aviação traz para as economias nacionais e global.
AIUS
A Alteração Indireta do Uso dos Solos é um fenómeno que ocorre quando a terra anteriormente utilizada para a cultura alimentar passa para a produção de biocombustíveis. Como resultado, o cultivo de alimentos é muitas vezes transferido para um local onde os preços da terra e os custos associados com a agricultura são inferiores, tais como pastagens e florestas.
ANIP
As Associações Nacionais da Indústria Petrolífera representam em conjunto a indústria de refinação em 25 Estados Membros.
Topo da página

B

B/D (Barris por Dia)
Barris por dia é uma unidade de medida de volume de petróleo e corresponde ao número de barris de petróleo produzido/consumido num dia.
Barril de Petróleo
Um barril de petróleo contém quase 159 litros – 158.98 para ser preciso (42 galões americanos ou 35 galões imperiais), e pesa aproximadamente 0.134 toneladas. Hoje, a maioria do petróleo é transportado através de oleodutos ou petroleiros, por isso o termo “barril” é agora usado como uma unidade de medida em vez de um recipiente real.
Betume
Habitualmente designado como asfalto, é uma mistura viscosa negra de hidrocarbonetos obtidos naturalmente ou como um resíduo da destilação de petróleo. É utilizado para pavimentação de estradas e isolamento de coberturas.
Biocombustíveis
Também conhecidos como combustíveis “drop-in”, os biocombustíveis são materiais orgânicos capazes de serem transformados em combustíveis. Atualmente representam cerca de 3% de toda a energia utilizada nos transportes na Europa. Até agora, quase todos os biocombustíveis utilizados na Europa são de "primeira geração", o que significa que são derivados a partir de culturas alimentares, tais como trigo, beterraba e óleos vegetais. A indústria dos combustíveis está atualmente envolvida em projetos de pesquisa e desenvolvimento que visam o aproveitamento do potencial de uma nova geração de biocombustíveis, por vezes referida como "biocombustíveis avançados" ou de "segunda geração", derivados de novas matérias-primas como palha, palha de milho, resíduos de madeira, algas e outras biomassas.
Topo da página

C

Cabaz Energético da UE
O Cabaz Energético da União Europeia indica a proporção desejada de carvão, energia nuclear, gás e energias renováveis ​​para satisfazer a procura energética da Europa. Atualmente, o petróleo satisfaz quase metade dessa procura, e deverá manter-se um componente-chave do cabaz energético, pelo menos até 2030.
CELE
O Sistema de Comércio Europeu de Licenças de Emissões faz parte das metas da UE para 2020 que visam reduzir consideravelmente as emissões de CO2. Neste sistema, todas as empresas que emitem CO2 (dióxido de carbono) devem reportar as suas emissões e apresentar uma quantidade equivalente de licenças de emissão.
Cetano
Cetano, também conhecido como hexadecano, é um hidrocarboneto alcano frequentemente utilizado para medir a qualidade de combustão do gasóleo ('índice de cetano') e como uma referência para a qualidade de várias misturas de combustíveis.
CONCAWE

Conservação do Ar Limpo e da Água na Europa é uma organização financiada pela indústria petrolífera Europeia para monitorar o desempenho na saúde, segurança e ambiente da indústria de refinação. Fundada em 1963 por um pequeno grupo de empresas, inclui atualmente a maioria das companhias petrolíferas da UE. O seu âmbito de investigação tem-se expandido gradualmente em linha com as preocupações da sociedade. Os estudos da CONCAWE abrangem áreas como a qualidade dos combustíveis e as emissões, qualidade do ar e da água, contaminação do solo, resíduos, saúde ocupacional e segurança, estatísticas de produtos de petróleo e desempenho de oleodutos transnacionais.

Conversor Catalítico
Um conversor catalítico é um dispositivo de controlo de emissões utilizado em motores de combustão interna, que converte produtos químicos tóxicos em substâncias menos poluentes. É um componente comum em motores de veículos automóveis ligeiros e pesados, comboios e aviões.
Coque
Conservação do Ar Limpo e da Água na Europa é uma organização financiada pela indústria petrolífera Europeia para monitorar o desempenho na saúde, segurança e ambiente da indústria de refinação. Fundada em 1963 por um pequeno grupo de empresas, inclui atualmente a maioria das companhias petrolíferas da UE. O seu âmbito de investigação tem-se expandido gradualmente em linha com as preocupações da sociedade. Os estudos da CONCAWE abrangem áreas como a qualidade dos combustíveis e as emissões, qualidade do ar e da água, contaminação do solo, resíduos, saúde ocupacional e segurança, estatísticas de produtos de petróleo e desempenho de oleodutos transnacionais.
COV
Compostos Orgânicos Voláteis são gases poluentes emitidos durante a produção industrial. Os diferentes setores relacionados com petróleo têm vindo a desenvolver esforços para reduzir as emissões de gases com efeito estufa, com melhorias visíveis, como se pode ver na imagem abaixo.
Custos de Eliminação
Em economia, custos de eliminação são as despesas incorridas pelos negócios para eliminar ou reduzir um elemento indesejável que tenha sido criado. As Empresas geralmente enfrentam estes custos quando são obrigadas a reduzir subprodutos gerados durante a produção. Um exemplo típico são os gases com efeito de estufa.
Topo da página

D

DEI
A Diretiva das Emissões Industriais anteriormente conhecida como a Diretiva para a Prevenção e Controle Integrados da Poluição (PCIP), é uma medida introduzida pelos legisladores europeus e que visa limitar as emissões de poluentes atmosféricos provenientes de fontes industriais. Os operadores de instalações industriais baseadas na UE são obrigados a obter uma autorização das autoridades.
Desequilíbrio Gasóleo/Gasolina
O desequilíbrio Gasóleo / Gasolina é um termo usado para descrever o aumento do consumo de gasóleo e a redução da procura de gasolina, um fenómeno que começou há 20 anos e levou ao excesso de capacidade de produção de gasolina e escassez de produção de gasóleo na Europa.
Diretiva Seveso
A Diretiva Seveso é uma lei da União Europeia criada após o desastre de Seveso. Em 1976 uma fábrica química de pesticidas e herbicidas na região da Lombardia italiana explodiu, obrigando à evacuação de 600 pessoas, e cerca de 2.000 a terem que ser tratadas de envenenamento por dioxinas. A primeira versão da diretiva foi aprovada em 1982 e desde então tem sido revista em várias ocasiões pelas instituições europeias. As recentes alterações têm- se concentrado na prevenção de acidentes graves que envolvem substâncias perigosas e na limitação das suas consequências para as pessoas e para o meio ambiente.
Do Poço à Roda
Uma análise do Poço à Roda (PAR) avalia globalmente a eficiência e a conformidade com as normas ambientais das tecnologias de conversão de energia. A análise segue o percurso desde a fonte original até ao uso final. Por exemplo, uma análise PAR demonstra que apenas 15% das emissões de gases com efeito de estufa, provenientes dos combustíveis derivados de petróleo usados nos transportes, ocorre na fase de produção, enquanto cerca de 85% são emitidos durante o consumo.
Downstream
A indústria do petróleo é normalmente dividida em três segmentos: upstream, midstream e downstream. O sector de downstream refere-se à refinação e distribuição e comercialização de produtos derivados de petróleo e gás natural.
DQC
A Diretiva da Qualidade dos Combustíveis de 1998, que visa proteger os cidadãos da UE e seu meio ambiente, define as especificações da gasolina e gasóleo utilizados em automóveis ligeiros e pesados e outros veículos. Foi revista em 2009, para incluir a exigência aos fornecedores de combustíveis de reduzirem a intensidade de gases com efeito de estufa da energia fornecida para o transporte rodoviário. Além disso, também estabeleceu critérios de sustentabilidade para os biocombustíveis que devem ser cumpridos de modo a contarem para a meta de redução de emissões de gases com efeito de estufa.
Topo da página

E

ETPA
A Estratégia Temática para a Poluição Atmosférica tem sido desenvolvida para alcançar o acordo global sobre os objetivos da saúde e ambiente da UE, da maneira menos onerosa. O plano indica que os Valores Limite de Emissão (VLE) não devem ser uniformes em toda a UE, mas determinados de acordo com o seu impacto. Como consequência, os limites obrigatórios excessivamente rigorosos a nível da UE na proposta de Diretiva das Emissões Industriais (DEI), estão em conflito com esta abordagem de otimização a nível da UE.
Eurobitumen
A Associação Europeia de Betumes ou Asfaltos é uma associação empresarial, com sede em Bruxelas, que visa promover o uso eficiente, eficaz e seguro de asfaltos refinados em aplicações na estrada, indústria e construção em toda a Europa. Os seus membros incluem produtores de asfaltos nacionais e pan-europeus e associações nacionais de asfaltos, que representam cerca de dois terços do mercado europeu.
EUROPIA
A Associação Europeia da Indústria Petrolífera representa a indústria europeia de Refinação e Comercialização. Os seus 16 membros, que incluem as principais empresas petrolíferas na Europa, representam cerca de 80% da capacidade de refinação da UE e 75% das vendas a retalho de produtos petrolíferos da UE.
Topo da página

F

FAME
Ester de metilo de ácidos gordos é um biodiesel feito a partir de gorduras animais, óleos vegetais ou óleos alimentares reciclados, misturado com gasóleo para criar um combustível mais limpo. Devido a problemas de compatibilidade química (o limite de mistura), apenas 7% de FAME pode ser misturado com o gasóleo convencional e, devido ao mesmo problema, ele não pode ser usado no combustível para a aviação.
FEO
Um Fabricante de Equipamento Original é uma empresa que produz peças e componentes originais. Quando se refere a peças para automóveis, FEO designa uma peça de substituição feita pelo fabricante da peça original
Topo da página

G

Gás e Petróleo Não Convencionais
O Petróleo e gás não convencionais são produzidos ou extraídos do solo utilizando técnicas diferentes dos métodos de perfuração convencionais. Areias betuminosas, reservas líquidas baseadas na biomassa, petróleo e gás de xisto, metano de jazidas de carvão são alguns dos exemplos mais comuns de reservas não convencionais. A AIE estima que, às taxas de produção atuais, as reservas globais comprovadas convencionais e não convencionais somam cerca de 46 anos de petróleo. De acordo com a AIE, o volume de recursos totais passíveis de extração estima-se ser muito maior do que as reservas comprovadas.
GEE (Gases com Efeito de Estufa)
Gases com Efeito de Estufa são compostos químicos encontrados na atmosfera. Estes gases refletem os raios infravermelhos, preservando assim uma temperatura adequada para a vida na Terra. Exemplos de GEE são vapor de água, dióxido de carbono, metano, óxido nitroso e ozono. Alguns destes gases também resultam de atividades industriais, levando a um aumento nas temperaturas globais, o que coloca os GEEs no centro do debate sobre o aquecimento global.
GNC
Gás Natural Comprimido é um combustível fóssil geralmente considerado menos poluente e mais seguro do que outros combustíveis. O GNC é usado em veículos bicombustível com motores de combustão interna, embora exija mais espaço de armazenamento do que nos veículos convencionais a gasolina.
GNL
O Gás Natural Liquefeito é uma forma líquida inodora, incolor e não-tóxica de gás natural. É convertido em líquido, de modo a poder ser facilmente transportado através de regiões terrestres e marítimas. Usar GNL, em vez de gás natural, também reduz a intensidade de carbono para o transportar, resultando em substanciais poupanças ambientais.
GPL
Os Gases de Petróleo Liquefeitos (GPL) são um combustível obtido por refinação de petróleo ou do gás natural. É normalmente utilizado em aparelhos de aquecimento e veículos e é geralmente comercializado em diversas variedades, incluindo propano e butano.
Topo da página

I

Impostos sobre Consumos Específicos
Os impostos sobre consumos específicos são impostos indiretos definidos por um governo que incidem sobre a fabricação ou distribuição de um produto específico (combustível) ou uma atividade (portagens).
Incentivos ao abate de veículos automóveis
Um programa de abate de veículos automóveis envolve uma série de incentivos governamentais, tais como os descontos fiscais, visando estimular a indústria automóvel, encorajando a substituição de veículos antigos, ineficientes e com emissões elevadas por modelos recentes e mais ecológicos.
Topo da página

L

Limite de mistura
Usado como referência para o limite de compatibilidade (ou falta de compatibilidade), quando os biocombustíveis são misturados com os combustíveis derivados do petróleo. As diferenças estruturais entre as moléculas dos biocombustíveis e do petróleo criam inúmeros problemas quando misturadas. Por exemplo, os biocombustíveis não podem ser transportados ou armazenados em instalações projetadas para os combustíveis de petróleo 'comum'. Atualmente, apenas cerca de 7% de biodiesel pode ser misturado com gasóleo normal.
Topo da página

M

MARPOL
A Convenção MARPOL é o principal acordo internacional para proteger ambientes marítimos contra a poluição causada por navios. Ao longo das últimas décadas tem sido alterada várias vezes. A proposta para um maior rigor das especificações MARPOL agendadas para a próxima década, apresentam uma série de desafios para a indústria de refinação da UE.
Midstream
A indústria do petróleo é normalmente dividida em três segmentos: upstream, midstream e downstream. O midstream processa, armazena, comercializa e transporta petróleo bruto, gás natural e gás natural liquefeito.
Topo da página

N

NOx
Óxido de azoto, ou NOx, é um termo genérico referindo-se a monóxido de azoto NO e NO2 (óxido nítrico e dióxido de azoto). Esses gases são emitidos durante a combustão a alta temperatura do combustível em veículos automóveis, instalações de geração de eletricidade e outras fontes industriais ou residenciais. Após o incidente de Seveso e a consequente legislação europeia dos anos 1980, os refinadores europeus começaram a implementar medidas rigorosas para reduzir o impacto das emissões de NOx e outros compostos voláteis.
Topo da página

O

OCDE
A Organização de Cooperação para o Desenvolvimento Económico (OCDE) é uma organização internacional baseada em Paris representando 34 países. Foi fundada em 1961 para estimular o progresso económico e o comércio mundial.
Octano
Octano é um hidrocarboneto alcano utilizado para medir o desempenho do motor (índice de octano), que informa sobre o nível a que o combustível pode ser comprimido antes de entrar em combustão espontânea. Quanto maior o índice de octano, maior a compressão que o combustível pode tolerar.
OMI
A Organização Marítima Internacional (OMI) é a agência especializada das Nações Unidas responsável pela segurança da navegação e a prevenção da poluição marítima por navios.
Topo da página

P

Partículas em Suspensão
As Partículas em Suspensão, também simplesmente referidas como partículas, são vestígios minúsculos de matéria sólida em suspensão num gás ou líquido que podem ser emitidas através de processos industriais, como a refinação. Para proteger os cidadãos das partículas, a União Europeia estabeleceu alguns dos mais rigorosas requisitos mundiais para a qualidade do ar.
Petróleo Bruto
É um líquido viscoso inflamável constituído por uma mistura complexa de compostos orgânicos de hidrocarbonetos encontrados sob a crosta terrestre.
Topo da página

R

Restrições na cabotagem
Este termo refere-se às restrições impostas às operações de transporte de carga realizadas dentro de um Estado-Membro por veículos de transporte provenientes de outro Estado-Membro da UE. A União Europeia está empenhada em levantar em 2014 as restrições existentes na cabotagem, tornando mais fácil para os motoristas de camião transportar mercadorias entre Estados-Membros. O objetivo dessas medidas é evitar criar situações onde os camiões são forçados a regressar vazios das suas operações internacionais, o que desperdiça tempo e combustível e produz emissões desnecessárias. Nos países da UE, estima-se que as "viagens em vazio" podem representar, em média, até 35% de todo o tráfego de camiões.
Topo da página

S

SOx
Óxido de enxofre, ou SOx, é um termo genérico que se refere aos compostos SO e SO2, os gases libertados durante o processo industrial de extração de gasolina a partir de matérias-primas como petróleo e carvão. Após a Diretiva Seveso da UE, os refinadores europeus cumpriram alguns dos regulamentos mais rigorosos de qualidade do ar e, como resultado, foi reduzida para metade a quantidade de enxofre emitida pelas refinarias da UE desde 1998.
Topo da página

T

TEP
Toneladas Equivalentes de Petróleo medem a quantidade de energia libertada na combustão de uma tonelada de petróleo bruto. MTEP é um múltiplo representando um milhão de TEP.
Tonelada – Quilómetro
Uma unidade de transporte medindo a quantidade de energia (em toneladas equivalentes de petróleo), libertada por um veículo por quilómetro.
Topo da página

U

Upstream
A indústria do petróleo é normalmente dividida em três segmentos: upstream, midstream e downstream. O sector de upstream refere-se à pesquisa, exploração e produção de petróleo bruto e gás natural, e é muitas vezes referido como o setor da exploração e produção.
Topo da página

V

Veículos Híbridos
Um híbrido opera com um motor de combustão interna (MCI) e um motor elétrico. O motor elétrico reduz a carga do MCI, resultando em melhorias na eficiência ambiental e no consumo de combustível. Os custos de produção de veículos exclusivamente elétricos são bastante elevados em comparação com os carros convencionais: um motor elétrico é atualmente 30 vezes mais caro do que um a gasóleo.
Topo da página